Soneto de dia dos namorados

Artista desconhecido - AMAMOS UMA PESSOA PELA POESIA QUE VEMOS ESCRITA NO SEU CORPO (Rubem Alves)

Meu amor, eu só lhe peço perdão

Nestes versos não há tanta alegria

Quanto sinto quando em sua companhia

Desde os primeiros tempos de paixão,

 

Que se transformaram numa canção

Para musicar toda essa euforia

De quando anda, transbordando poesia

Em passos que bailarinam a unção.

 

Aqui também não há a felicidade

Das vezes que gargalha com ternura,

Diz que não, mas me abraça com vontade,

 

Me olha com estes olhos de água pura

E me encanta com tal facilidade

Que apenas espero lhe amar a altura.