Todas Elas

Autor desconhecido

Estela não queria outro dia comum
Não queria mais do mesmo
Nem queria mais da restrição
Ela queria a revolução e a reforma
Queria a contraposição

Não queria mais do masculino
Do hierárquico ou do patriarcal
Não queria mais do invasivo
Queria a sensação do libertino
Queria a liberdade de ser igual

Estela queria se revoltar contra o desrespeito
Contra a submissão imposta
E contra o preconceito
Queria erguer sua voz ao vento
Queria o fim do cerceamento

Estela simplesmente queria seu espaço
Não tinha mais medo de não se encaixar
Muito pelo contrário
Quando pensava na caixa em que vivia
Tudo o que Estela queria era se desembrulhar

Dessa vez foi Estela
Que tomou posse dela mesma
Mas um dia serão todas elas
Cada uma ao seu tempo
Todas juntas, todas só delas