Relembrando a tática imperialista

Para ilustrar o procedimento padrão da Central Intelligence Agency (CIA), o grande pensador brasileiro Moniz Bandeira descreve um exemplo de golpe de Estado ainda bem fresco em nossa história: a tomada do governo pelos militares em 1964.

Os métodos de ação que fundam essa instituição criminosa dos EUA, a CIA, continuam os mesmos – os quais são, no artigo de Moniz Bandeira, muito bem delineados – e os bastidores do poder se mostram claros como as próprias veias abertas da América Latina.

É bom que se leia para que o passado recente não se perca no labirinto da guerra de informações hodierna, relegando nossa memória ao lodo do esquecimento e consagrando o poderio do imperialismo em suas diversas facetas.

Confira o artigo no link da revista Espaço Acadêmico:

http://www.espacoacademico.com.br/058/58bandeira.htm