Pequena biblioteca de livros marxistas

Foto de Kieran Lynam

Acredito que as pessoas ainda têm curiosidade de ler alguma coisa além das manchetes dos badalados sites de notícia e das mensagens dos grupos de família.

Ao mesmo tempo, os livros impressos juntam poeira nas boas bibliotecas públicas ou são úteis apenas para presentear um amigo – embora acabem também como depositário de poeira em algum armário.

Dessa forma, vemos em circulação os livros eletrônicos – o que é muito bom numa era em que treinamos as crianças para desde cedo acomodarem suas retinas à forte luz dos smartphones, tablets etc.

Tendo em mente a possibilidade de ler um livro interessante enquanto se desliza o dedo pela tela do aparelho celular, para quem gosta de uma leitura dos clássicos marxistas vale a pena dar uma olhada. É só clicar aqui.